Home / Agropecuária / USDA: Plantio de soja e milho nos EUA fica abaixo das expectativas

USDA: Plantio de soja e milho nos EUA fica abaixo das expectativas

66a52300ad966409dc723e7584c16298O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe, no final da tarde desta segunda-feira (8), seu novo reporte semanal de acompanhamento de safras e tanto o avanço do plantio da soja, quanto do milho ficou aquém do esperado pelo mercado.

De acordo com o reporte, até o último domingo (7), a semeadura da soja estava concluída em 14% da área prevista para o país, contra 10% da semana anterior e projeções que variavam de 16 a 17%. A média para este período da temporada é de 17% e em 2016, o plantio estava em 21%.

Sobre o milho, o USDA informou que os trabalhos de campo evoluíram, na última semana, de 34% para 47%, enquanto o mercado apostava em 48%. O índice ainda está bem distante do ano passado, nessa época, de 61%, e também abaixo dos 52% de média.

O relatório indica ainda que 15% das lavouras de milho já emergiram, contra 9% da semana anterior, 25% do ano passado e 19% de média plurianual.

Previsão do Tempo

As condições de clima ainda não são as melhores para o avanço dos trabalhos de campo no Meio-Oeste americano. Embora as chuvas esteja mais amenas, como mostram as previsões mais atualizadas, o frio intenso – com os termômetros marcando as mais baixas temperaturas em anos – ainda preocupa.

Os mapas do NOAA – o departamento oficial de clima do governo norte-americano – para os próximos 6 a 10 dias mostram que as temperaturas no centro do Meio-Oeste americano devem ficar dentro da média para a época, como ilustra a imagem a seguir.

Temperaturas previstas nos próximos 6 a 10 dias nos EUA - Fonte: NOAA

O mesmo deve acontecer com as chuvas para o Corn Belt, se mostrando dentro do esperado para os estados mais ao centro e ligeiramente abaixo da média nos estados mais ao leste.

Precipitações previstas nos próximos 6 a 10 dias nos EUA - Fonte: NOAA

“Produtores-clientes nos estados de Illinois, Missouri e Indiana relatam que esta tem sido uma das primaveras mais frias e úmidas desde 1993, e que o cenário climático tem prejudicado seu começo de safra. Além de chuvas excessivas, as temperaturas extremamente frias para época do ano deterioram a germinação e a planta em estádios iniciais de desenvolvimento vegetativo. As condições de safra, de fato, não estão nos melhores dias”, relata a consultoria AgResource Brasil (ARC Brasil).

Assim, suas previsões indicam ainda que, até 10 de maio, “as temperaturas para os próximos 5 dias se dividem em dois padrões para o país. No lado leste, um padrão ainda mais frio se estabelece sobre Illinois, Indiana e Ohio. O lado oeste do Cinturão Agrícola,
que inclui Missouri e Iowa se mante mais quentes”.

EUA Agr

“No geral, as condições climáticas para o país começam a melhorar na próxima semana, com chuvas leves, permitindo o plantio em ritmo regular”, completa a ARC Brasil.

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Veja Também

Um quarto dos produtores utiliza ferramentas digitais na gestão de propriedades

O campo, nos últimos anos, vem se transformando de forma acelerada, graças à incorporação das ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *